Manipulação

Manipulação é um processo artesanal de obtenção de um determinado medicamento prescrito por um médico. Este processo segue determinadas técnicas e utiliza aparelhos ou equipamentos de precisão.

 

Processos de Manipulação

 

Qualificação de forncedores:
Qualificação conforme as normas vigentes.
Inspeção de matérias-primas:
Almoxarifado com produtos identificados com nome, lote, quantidade e validade. Os produtos são mantidos em quarentena até a liberação.
Controle de qualidade:
são feitos vários ensaios com amostras de matérias-primas para verificar se tudo que está no laudo do forncecedor está correto. Assegurando assim a qualidade das matérias-primas.
Manipulação de fórmulas:
Após a conferência dos cálculos e da receita feita pelo farmacêutico, esta é encaminhada para o laboratório de sólidos, ou semi-sólidos e líquidos.
Controle de qualidade do processo:
São feitos vários controles como a verificação de peso médio, características organolépticas (cor, odor e consistência) a fim de garantir a qualidade do produto.
Rotulação:
As fórmulas são rotuladas individualmente e tem a conferência final do farmacêutico, levando o selo conferido pelo farmacêutico.
Expedição:
Os medicamentos são armazenados em armários fechados e são entregues ao cliente pelos colaboradores de atendimento ou por entrega domiciliar.

 

Vantagens

O medicamento manipulado possui diversas vantagens, entre elas:

  • » Produtos personalizados.
  • » Dosagens adequadas.
  • » Associações medicamentosas.
  • » Quantidade adequada ao tratamento.
  • » Embalagem específica.
  • » Contato direto com farmacêutico.
  • » Economia com qualidade.

As matérias-primas compradas pela indústria são as mesmas compradas pela farmácia de manipulação e estas vêm com laudos de análises.
A farmácia de manipulação tem estrutura e legislação semelhantes às da indústria, sendo obrigatório fazer controle da qualidade de matérias-primas e seguir as boas práticas de manipulação (procedimentos operacionais padrão).